Batendo palma pra maluco dançar. Afinal, fazer o quê?

Batendo palma pra maluco dançar. Afinal, fazer o quê?

Bruno Voloch

23 Janeiro 2016 | 10h42

Não dá para levar a sério.

8 times em plena sexta-feira entraram em quadra para nada, ou quase nada.

Rio, São Caetano, Osasco, Rio do Sul, Praia Clube, Sesi, Minas e até o penetra do Brasília jogaram as quartas de final da Copa Brasil.

O Rio, de Bernardinho, é o menos interessado na competição e curiosamente foi o que jogou melhor e venceu com mais tranquilidade fazendo 3 a o no São Caetano.

O atual campeão brasileiro é o único já garantido no sul-americano. Eis o X da questão.

Em tese o vencedor da Copa Brasil terá vaga garantida na competição. Mas e se o Rio vencer, o que não é difícil acontecer, o vice se classifica?

274263_573342_anil9918-768x512

Ninguém explica.

Conforme o blog antecipou há algumas semanas Osasco pode ser sede do sul-americano novamente.

http://esportes.estadao.com.br/blogs/bruno-voloch/osasco-se-articula-e-busca-compra-do-sul-americano/

Nesse caso, sabe o que vale a Copa Brasil? Nada.

Osasco e Rio estariam garantidos no torneio. O clube paulista por enquanto nega a possibilidade de organizar o evento. Mas não duvide se o campeonato cair no colo dos paulistas.

A Confederação Sul-Americana, consultada pelo blog, admite abertamente que o sul-americano pode sair da Venezuela.

Jogo01-768x540

De qualquer forma, semana que vem em Campinas, repito em Campinas, acontecerão as semifinais da Copa Brasil envolvendo os melhores time do BRASIL na atualidade:

Rio x Osasco e Minas x Praia Clube.

A CBV, Confederação Brasileira de Vôlei, procurada pelo blog, não se pronuncia sobre o tema.

O torcedor, iludido, continua batendo palma para maluco dançar.