Bernardinho se rende e BRASIL, completo, evita eliminação na Liga Mundial

Bernardinho se rende e BRASIL, completo, evita eliminação na Liga Mundial

Bruno Voloch

16 de julho de 2015 | 16h48

Foi preciso cair para a França e perder 1 set para os Estados Unidos, para finalmente Bernardinho se render.

O técnico da seleção pressionado e sem alternativas, deixou a vaidade de lado e sacou Murilo, nulo em quadra, do time titular.

Completo a partir do terceiro set, o BRASIL se manteve vivo na Liga Mundial ao derrotar os Estados Unidos por 3 a 1.

brasil kipe

Perder dois sets deixaria a seleção no limite na competição e com grande chances de não se classificar para as semifinais.

A entrada de Lipe, algo óbvio e necessário, contagiou o time e principalmente desafogou Lucarelli, que até então jogava sozinho na ponta.

Murilo conseguiu ser pior do que na véspera contra a França. Fez 2 pontos e deu prejuízo no passe.

Fato é que o BRASIL sobrevive na Liga Mundial fundamentalmente por causa do aproveitamento de Lucarelli.

USAsMicahChristensonLandMattAndersoncelebrate

O resto do time segue longe do ideal e instável emocionalmente.

O quarto set, quando abriu 17/11 e permitiu a reação dos Estados Unidos, demonstra bem o estágio atual do  grupo.

Os Estados Unidos seguem vivos. Mostraram a disciplina tática habitual e Anderson numa forma exuberante.

O Brasil se agarra a matemática e veste a camisa da França contra os Estados Unidos. Depois faz as contas.

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.