Bota Ellen, Paulinho! Sorte do Praia que era o Pinheiros.

Bota Ellen, Paulinho! Sorte do Praia que era o Pinheiros.

Bruno Voloch

24 Janeiro 2018 | 05h11

Se existia alguma dúvida, não existe mais. O Praia Clube vai perdendo o encanto. O time que chamou atenção pela regularidade e confiança no fim de 2017 não é o mesmo em 2018.

Fato.

O Praia só não sofreu a primeira derrota na Superliga porque o adversário era o Pinheiros. O time mineiro, pasmem, precisou de 5 sets para vencer depois de estar perdendo por 2 a 1.

O emocional das jogadoras não anda lá essas coisas e Paulo Coco terá trabalho.

Os últimos resultados porém podem facilitar a vida dele. Basta que o treinador não seja teimoso e ceda à pressão. Ellen, conforme o blog previa, pede passagem na ponta no lugar de Amanda.

Ela foi decisiva para a reação do Praia.

Definir quem será a levantadora titular também iria ajudar muito o Praia. Esse entra e sai de Claudinha e Ananda prejudica o entrosamento. Ninguém se firma na posição.

Poderia ter sido pior. O prejuízo acabou sendo pequeno. Os dois pontos conquistados deixam a vantagem para o Rio em 3 pontos.

A situação porém já foi bem mais confortável.

Bota a Ellen, Paulinho!