Bruninho x Rapha. Finalmente.

Bruninho x Rapha. Finalmente.

Bruno Voloch

18 Outubro 2016 | 08h43

A má campanha de Taubaté na última Superliga foi determinante para o corte prematuro de Rapha na seleção brasileira.

O mesmo se encaixa ao levantador William que brilhou, foi campeão com o Cruzeiro e se garantiu na Olimpíada. Bruno, na ocasião no Modena, tinha lugar assegurado.

Os 3 vão se cruzar algumas vezes na temporada agora com o filho de Bernardinho defendendo o Sesi.

rapha-2

O primeiro encontro será hoje quando Bruno e Rapha estarão cara a cara no primeiro jogo da decisão do campeonato paulista entre Sesi e Taubaté.

William, distante da briga, por enquanto, está em outro patamar com o Cruzeiro que se concentra e tira onda no mundial de clubes.

Bruno não passa perto dos inúmeros títulos ganhos por Rapha no exterior pelo Trentino onde foi entre outras coisas simplesmente tetracampeão do mundo.

Rapha entretanto não tem a história vitoriosa de Bruno por aqui. Jamais foi campeão da Superliga.

O peso da Olimpíada é incomparável. Não volta mais para Rapha. A rivalidade em compensação é eterna com Bruno. Eles se respeitam, mas vencer o concorrente direto tem sempre um gosto especial seja para que lado for independentemente do que já foi conquistado.

sesi_1

Bruno respondeu em quadra e tirou um peso gigante das costas com o ouro olímpico. Tirar o Sesi da longo jejum de títulos é o grande desafio. Bruno custou muito caro aos cofres e veio para fazer a diferença.

A pressão não é menor no caso de Rapha. Taubaté tem a obrigação de manter a hegemonia no estado e depois tentar quebrar a sequência impressionante do Cruzeiro na Superliga.

Só nesse hora que Bruno e Rapha vão se unir contra William. Mas isso é futuro.

O passado não permitiu Bruno x Rapha na seleção. O presente marca Sesi x Taubaté, ou seja, Bruno x Rapha em seus respectivos clubes. Finalmente os dois se enfrentando valendo um título no BRASIL.