Camila Brait ganha força nos bastidores e líbero pode voltar à seleção em 2019.

Camila Brait ganha força nos bastidores e líbero pode voltar à seleção em 2019.

Bruno Voloch

15 Outubro 2018 | 10h24

Não será surpresa se Camila Brait voltar à seleção em 2019.

O blog apurou que algumas jogadoras, duas delas bem influentes e que estiveram no Japão, trabalham cautelosamente nos bastidores para que ela mude de ideia e aceite vestir novamente a camisa do BRASIL.

Não será fácil.

Hoje seria necessário primeiro convencer a líbero de Osasco e depois, gradativamente, tentar aproximá-la de José Roberto Guimarães. E nesse caso caberá ao técnico dar o primeiro passo se realmente quiser contar com a líbero.

A vaidade pesa contra.

Verdade seja dita, José Roberto Guimarães jamais descartou oficialmente Camila.

Os últimos episódios, corte para as olimpíadas de Londres e do Rio, onde foi preterida por Léia, que acabaria negando a convocação em 2018, é que afastaram e fizeram Camila e a família tomarem a decisão de não trabalhar com mais com o técnico.

Camila priorizou a vida pessoal, engravidou, é mãe de Alice, reapareceu no fim da Superliga passada e vai recuperado a forma.