Campeão, Minas sofre na volta para casa e jogadoras desabafam: ‘Calendário no BRASIL é desumano’

Campeão, Minas sofre na volta para casa e jogadoras desabafam: ‘Calendário no BRASIL é desumano’

Bruno Voloch

04 Fevereiro 2019 | 08h35

O que era para ser alegria, virou revolta.

Alívio.

Ao invés de curtirem o inédito título da Copa Brasil, foi essa a sensação das jogadoras do Minas, campeão da Copa Brasil, ao desembarcarem em Belo Horizonte na noite desse domingo.

É simplesmente inacreditável o que fizeram com a delegação. O responsável pela logística provavelmente jamais deve ter pisado numa quadra de vôlei.

O time demorou 12 horas desde Gramado, Rio Grande do Sul, até Belo Horizonte e passou o domingo praticamente viajando e no aeroporto.

A delegação saiu de Gramado às 9h, só deixou Porto Alegre às 13h, chegou em Guarulhos em torno das 15h e em finalmente em Confins 20h.

O blog recebeu mensagens de algumas jogadoras, que obviamente serão mantidas em sigilo, indignadas com a situação. ‘O calendário no BRASIL é desumano. Estamos esgotadas fisicamente e ninguém resiste dessa maneira. A CBV não faz nada para ajudar’, disse uma das atletas do Minas ao blog.

E o pior é que o Minas não terá muito tempo para descansar.

As jogadoras treinam hoje em dois períodos e na terça-feira enfrentam o Pinheiros pela quarta rodada do returno.