Castigo e punição para Melissa Vargas em Cuba

Castigo e punição para Melissa Vargas em Cuba

Bruno Voloch

17 Janeiro 2018 | 08h53

Melissa Vargas, 18 anos, uma das raras promessas do vôlei de Cuba, foi suspensa pela federação por 4 anos.

Segundo o blog apurou, os pais de Melissa entraram na justiça contra as duras regras que são impostas na ilha. O contra-ataque foi rápido e pesado.

Os dirigentes suspenderam Melissa por 4 anos, ou seja, durante esse período a atleta não poderá defender a seleção ou qualquer clube dentro ou fora de Cuba.

A transferência não é liberada.

Melissa chegou a jogar pelo Prostejovský volejbal, da República Tcheca, em 2015. Voltou lesionada e operou o ombro no fim de 2016.

Cuba fica sem sua maior estrela. O mundial do Japão não terá Melissa Vargas.