CBV não aprova as contas de Valinhos para a Superliga B, mas dá o caminho: faz acordo que passa

CBV não aprova as contas de Valinhos para a Superliga B, mas dá o caminho: faz acordo que passa

Bruno Voloch

23 de julho de 2020 | 09h16

O blog apurou que as contas de Valinhos não foram aprovadas.

O clube deve salários da temporada passada quando a gestão era comandada pelo ex-técnico André Rosendo. Pelo menos 4 jogadoras se recusaram a assinar o tal fair play financeiro.

A CBV, Confederação Brasileira de Vôlei, teria dado até o fim do mês para que Valinhos regularize a situação e possa jogar a Superliga B.

Mas não mistério, ainda mais depois do precedente aberto para Caramuru.

A dica, indireta da própria CBV, é fazer acordo com as jogadoras.

Pronto.

Dividir em 1,2,3,4, 5,10, 50 parcelas.

Resolvido.

Funciona e libera.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: