CBV não garante transporte aéreo e manterá ‘ajuda de custo’ aos clubes na Superliga

CBV não garante transporte aéreo e manterá ‘ajuda de custo’ aos clubes na Superliga

Bruno Voloch

16 de junho de 2020 | 08h54

Uma notícia boa, outra ruim.

No mínimo preocupante.

A CBV, Confederação Brasileira de Vôlei, segundo o blog apurou, manterá a ajuda de custo aos clubes que disputarão a próxima edição da Superliga.

A entidade irá repassar R$ 60 mil para ajuda em hospedagem, translado e alimentação. E sem prazo definido. Para se ter uma noção, a verba, prometida na temporada passada, só foi paga em 4 parcelas a partir de janeiro desse ano.

Os representantes dos times foram informados que a empresa aérea parceira da CBV não renovou contrato.

Ainda não.

E até onde o blog chegou não existe qualquer garantia que a GOL siga bancando os deslocamentos.

Diante desse cenário, os dirigentes, por segurança, comunicaram que esse orçamento fosse colocado literalmente na conta dos clubes para a temporada.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: