CBV, via Radamés Lattari, reconhece erro e convoca Federações para Assembleia Ordinária

CBV, via Radamés Lattari, reconhece erro e convoca Federações para Assembleia Ordinária

Bruno Voloch

09 Março 2018 | 08h16

As recentes denúncias da Federação Gaúcha, sugerindo entre outras coisas ‘farra’ nas passagens aéreas, azedou de vez a relação entre as federações e a CBV, Confederação Brasileira de Vôlei.

O e-mail, que o blog teve acesso, respondido pelo CEO da CBV, Radamés Lattari, não repercutiu bem entre os presidentes das federações.

——– Mensagem original ——–

Assunto: Resposta aos Esclarecimentos aos Senhores Presidentes
Data: 01.03.2018 13:31
De: “Prof.Cimino, Carlos” cimino@voleigaucho.com.br>
Para: Radames Lattari radameslattari@volei.org.br>
Cópia: presidencia@volei.org.br>, virgilio@volei.org.br>, thiago.rodrigues@volei.org.br>, eder.silva@volei.org.br>, cristiano.braga@volei.org.br>, almir.gomes@volei.org.br>, cassiano.paes@volei.org.br>, guilherme.nascimento@volei.org.br>, gustavo.costelha@volei.org.br>, julio.porto@volei.org.br>, regiane@volei.org.br>, sidney.lopes@volei.org.br>, thamiris.iack@volei.org.br>, paulo.salmona@volei.org.br>, daysi.chaves@volei.org.br>, livia.provenzano@volei.org.br>

Dear Radamés e demais setores funcionais da CBV:

Tudo bem?

1-Continuo com o pedido para que as solicitações da FGV, sejam atendidas antes da AGO, pois estes dados serão importantíssimos para aprovação ou reprovação da prestação de contas 2017.

Entendo e acredito que o competente grupo de funcionários da CBV pode tranquilamente levantar e repassar as informações para a Diretoria da CBV e por sua vez para a Federação Gaúcha.

2-Haverá modificação do Estatuto da CBV, na AGO?

Aguardo retorno.

Carlos Cimino

Presidente da FGV

Radames Lattari escreveu:

Caros Presidentes,

Os senhores devem estar acompanhando pela imprensa algumas notícias sobre acordos entre o COB e o Ministério dos Esportes e de um movimento chamado INTEGRA que foi lançado ontem em São Paulo.

O Ministério logo após a saída do Nuzman, fez pressão junto ao COB e selou um acordo exigindo melhorias de governança , transparência, rigor na prestação de contas  nos repasses de verba e  modernidade nos estatutos onde é exigido uma maior democratização e participação de atletas. 

O COB fez modificações nos seus estatutos e  no ranking técnico das confederações (GET ) que estabelece critérios para a distribuição de verbas da Lei Piva, incluiu itens de governança, modernidade , transparência e atualizações de estatuto, estes novos itens valem para a distribuição de verbas da Lei Piva, este ano nós fomos a Confederação ranqueada em 1º lugar, por este fato para melhorar suas pontuações, diversas confederações se anteciparam e já modificaram e outras  vão modificar seus estatutos nas suas AGO em Março.

Quanto ao Integra (Pacto pelo Esporte) 27 empresas dentre elas O BANCO DO BRASIL, Banco Itaú, Gol  e Bradesco , assinaram um compromisso de só patrocinarem entidades esportivas que sejam aprovadas em avaliações feitas pelo Instituto Ethos.  São considerados gestores desta ação o Pool de Empresas, COB, CBC, CBP, neste caso os itens mais exigidos serão os de transparência , governança e modernização do estatuto.

Já solicitei a Thamires que por sinal foi a 1ª colocada nos cursos de governança do COB onde apresentou as nossas ações de governança, ética e transparência,  que prepare para os senhores cópias do Estatutos do COB, Estatuto do Integra e do GET

Todos os senhores têm conhecimento de que reduzimos em cerca de 40% o nosso quadro de funcionários , neste momento  estamos com uma Auditoria independente em andamento, preparando as reuniões dos Conselhos Fiscal e Diretor, da Assembleia Geral, Finais da Superliga Masculina e Feminina , com a Superliga B em andamento, por iniciar os CBS de quadra e praia, finalizando os relatórios da etapa de João Pessoa do Open de Vôlei de Praia e preparando a de Maceió, finalizando as escolhas das sedes  da Liga das Nações Masculina e Feminina , preparando o WORLD Tour de Itapema , Transição na Cobrav, contratação e importação do Vídeo Check ,finalizando caderno de encargos para a realização das etapas da Praia para o 2º semestre , organizando a programação de amistosos das seleções de Quadra Adultas, Sub 19 e 21, em contato com diversos países para convidá-los para estes amistosos, e mais uma série de outras  frentes que estão em andamento, por estes motivos está sendo difícil atendermos com velocidade algumas das solicitações dos senhores.

Lembro também, que a cada evento realizado diversos de nossos funcionários precisam de folga, devido as leis trabalhistas, é o sistema de banco de horas.

Ao Presidente Cimino que nos solicita o envio de relação de todas as passagens emitidas pela CBV para as Federações nos últimos 3 anos, e também de todos os repasses feito pela CBV a todas as Federações nos últimos 3 anos, todas as contas da CBV nos últimos 3 anos, além de todos os documentos referentes a rescisão contratual do Douglas Jorge,  solicito a sua compreensão pois momentaneamente é impossível atendê-lo dentro do prazo solicitado,   devido aos fatos relatados acima, assim que o nosso pessoal encerrar as providências acima citadas, atenderemos este seu pleito.

Sabemos o quanto são importantes para o VOLÊI brasileiro e em especial para as Federações as diversas solicitações,  porém , solicito  a todos a mesma compreensão. Inclusive, me coloco a disposição de todos os senhores para esclarecer qualquer dúvida na nossa Assembleia.

Comunico ainda, que apesar dos pedidos do Presidente Toroca de uma maior compreensão por parte dos auditores que nos cobram um rigor maior nas prestações de contas de todos os repasses às 27 federações, e este ano seremos penalizados pela Auditoria Independente a qual  estamos sendo submetidos, sendo assim, por este motivo informamos que a partir de 1º de Janeiro deste ano todas as federações deverão prestar contas de todos os repasses recebidos, assim como a própria CBV deverá tomar todas as precauções nestes repasses.

Importante frisar, que as Federações para solicitar verbas de patrocínios ou receber repasses da CBV ou órgãos públicos deverão estar em dia com suas certidões.

Além de todos os fatos acima citados, estamos em constante contato com o Banco do Brasil, Ministério dos Esportes, diversos patrocinadores e empresas para obter novos recursos, neste momento difícil da economia do nosso país.

Espero com estas informações  contar com a colaboração e profissionalismo de todos e nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais os quais faremos também durante a realização da AGO. 

Abraço

Radamés Lattari

Diretor Executivo

E-mail: radameslattari@volei.org.br

www.cbv.com.br

 Av. Salvador Allende 6.555/ Pavilhão 1, entrada portão B,

Riocentro, CEP: 22783-127, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro

O blog fez contato com o CEO. Radamés reconheceu que o erro, falou da relação que existe entre a CBV e as federações e dos repasses financeiros as mesmas.

O que é questionado pela auditoria que estaria penalizando a CBV e que o atual presidente, Toroca, estaria ‘pedindo’ para reduzir a pressão, citado pelo e-mail do CEO, Radames Lattari?

O termo “penalizando” foi usado indevidamente. A auditoria não penaliza e sim passa indicadores para melhorar a governança. A entidade solicitou compreensão para a adaptação das Federações as novas normas que serão implantadas na CBV.

A Federação que não tem certidão pode votar na Assembleia?

A Assembleia Geral Ordinária é regida de acordo com o Estatuto vigente da CBV e os impedimentos de voto e voz vão ao encontro do referido estatuto.

A CBV envia verba para federações que não tem certidão ou não estão em dia com suas obrigações?

A CBV envia mensalmente contribuição a todas as Federações que estão em dia com suas obrigações junto a entidade, de acordo com o estatuto.

Por que, em nome mais uma vez da transparência, no edital de convocação da Assembleia, não são citados os artigos e as mudanças de estatutos que serão propostos?

O edital informa os assuntos a serem tratados na AGO. Esclarecendo que, para o item ESTATUTO , o primeiro passo é aprovar as reformas estatutárias  no Conselho Diretor e, após essa aprovação, todos os membros recebem com antecedência as alterações propostas para que possam opinar e discutir com propriedade durante a AGO. Esse é o mesmo procedimento de anos anteriores. Para itens que se propõe discussão, todos recebem com antecedência as informações necessárias.

A CBV, Confederação Brasileira de Vôlei, através do presidente Walter Pitombo Laranjeiras, convocou todos os presidentes de federações para Assembleia Ordinária que está agendada para dia 21 desse mês.

O presidente é acusado de estar favorecendo os familiares e usando indevidamente passagens aéreas em nome da federação alagoana. O filho dele é um dos diretores da federação.

O blog fez contato com a Gol e o Banco do Brasil que responderam e vão se posicionar em breve sobre as denúncias em questão.