E o Minas chegou…

E o Minas chegou…

Bruno Voloch

08 de fevereiro de 2020 | 10h29

O Minas deu um susto, deixou escapar um set em Curitiba, mas conquistou os 3 pontos. E com Rabadzhieva e Sheilla em quadra.

Nicola Negro se convenceu, ou foi convencido, que essa é a melhor opção para o time.

A única capaz de fazer o Minas sonhar com o bicampeonato.

O tropeço em Bauru e mais o ponto perdido contra o Flamengo na penúltima rodada custaram caro ao Rio.

Além de perder a liderança para o Praia, que abriu 2 pontos, o time carioca viu o Minas encostar e chegar aos mesmos 42 pontos, com uma vitória a menos.

Os 3 ainda se enfrentam e os confrontos diretos definirão quem será primeiro, segundo e terceiro.

O Rio, apesar de ter perdido a gordura, tem em tese a vantagem de receber os mineiros em casa no returno. O Praia sai também para ir na Arena Minas em março.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: