É tudo igual e corre risco de dar BRASIL na China.

É tudo igual e corre risco de dar BRASIL na China.

Bruno Voloch

27 Junho 2018 | 19h59

Dois jogos e dois resultados surpreendentes na abertura das finais da VNL em Nanjing.

Os Estados Unidos sofreram e quem diria precisaram de 5 sets para derrotar a Turquia. A China conseguiu a façanha de perder um set para a Holanda.

Ting Zhu resolveu.

Pode ser simplesmente falta de ritmo de jogo, afinal foram quase duas semanas sem jogos. Fato é que pelo que se viu não existe bicho-papão e pode dar qualquer um.

Até o BRASIL, por que não?