Esse é o cara!

Esse é o cara!

Bruno Voloch

27 de janeiro de 2020 | 08h50

O blog crava:

Marcelo Mendez é o melhor técnico do BRASIL na atualidade.

O título conquistado no último fim de semana foi o trigésimo sexto em 10 anos de Cruzeiro. Ainda que alguém ouse discutir os números do treinador argentino, o que seria um absurdo, a comprovada capacidade de manter a competitividade e o padrão do time, independentemente das peças que são trocadas a cada temporada, encerra qualquer discussão.

Embora não exista nenhum profissional perfeito e possuidor de todas as competências consideradas ideais pela empresa, no caso o Sada/Cruzeiro, existem algumas habilidades técnicas e comportamentais que são indispensáveis.

É possível falar em características admiráveis de forma unânime, e que, certamente, fazem a diferença especialmente na hora de uma contratação.

Comprometimento, capacidade de adaptação, resiliência, equilíbrio emocional, aperfeiçoamento contínuo, percepção e liderança. E a liderança, diferente do que a maioria imagina, não precisa ser apenas exercida por quem possui o cargo de técnico, caso dele.

Não existe fórmula mágica para manter o foco. O perfil integrador e a visão estratégica são virtudes que Marcelo adquiriu com o tempo, vitórias e conquistas.

O treinador transformou o Cruzeiro numa família.

A política da CBV, Confederação Brasileira de Vôlei, e o preconceito impediram Marcelo Mendez de substituir Bernardinho há 4 anos. A vez era dele, reconhecido por todos.

Mas o sonho de dirigir uma seleção de ponta e disputar uma Olimpíada foi realizado recentemente classificando a Argentina para Tóquio 2020, talvez a maior conquista profissional.

Agir de forma ética, honesta, respeitando o ambiente em que trabalha, suas normas e regras, bem como as pessoas que dele fazem parte. Esse foi o único caminho do sucesso.

Assim é o Cruzeiro de Marcelo Mendez.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.