Fabíola está encaminhada no Praia Clube. Contratação dependeria de aval político.

Fabíola está encaminhada no Praia Clube. Contratação dependeria de aval político.

Bruno Voloch

09 de abril de 2018 | 08h47

Fabíola não fica em Osasco para a próxima temporada.

Não será surpresa se a levantadora desembarcar em Uberlândia. O blog apurou que Fabíola recebeu proposta do Praia. Uma das exigências do clube mineiro era que a negociação fosse feita diretamente com a atleta.

E as informações conferem.

Eduardo Fonseca, segundo consta, não estaria mais agenciando a jogadora por opção da própria Fabíola. O empresário é considerado persona non grata na cidade e não entra no Praia.

O acerto entretanto dependeria da ex-jogadora Ana Flávia, empresária que tem muito influência no clube. Recentemente ela renovou o contrato de Fernanda Garay e deve fazer o mesmo nos próximos dias com Fabiana e Suellen.

A questão é que Ana Flávia também gerencia a carreira de Claudinha. É aí que a negociação pode melar.

Segundo o blog apurou, Claudinha, ameaçada desde o ano passado, já estava com o destino selado e longe de Praia.

Agora vai depender de que como os dirigentes, amarrados com Ana Flávia e apalavrados com Fabíola, irão resolver esse imbróglio.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: