Fluminense para Flamengo: eu sou você amanhã

Fluminense para Flamengo: eu sou você amanhã

Bruno Voloch

13 de agosto de 2020 | 12h30

Dá para contar nos dedos quantas parcerias envolvendo os clubes de futebol deram certo no vôlei.

O modelo é questionável e na maioria das vezes não vinga. E se vinga, por pouco tempo, ou até quando os resultados do futebol sejam positivos.

O Fluminense é o exemplo mais recente.

A revolta da torcida com a crise no futebol respingou nos esportes olímpicos como mostra a foto e o registro dos muros da sede das Laranjeiras pichados.

E olha que nesse caso o vôlei nunca foi levado a sério.

Mas o torcedor do Fluminense, falando especificamente do time feminino, pode ficar tranquilo que os dias da modalidade estão mesmo contados. Questão de tempo, vide o que está sendo montado para essa temporada.

O recado serve para o Flamengo.

Os envolvidos vivem no mundo da fantasia. No início é sempre assim, sorrisos e tapinhas nas costas, como na apresentação.

Até quando, ninguém sabe, ou melhor, os mentores da parceria sabem sim.

Basta o futebol gritar …

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: