Hooker: a boa filha à casa torna.

Hooker: a boa filha à casa torna.

Bruno Voloch

05 Junho 2018 | 10h04

Ninguém deixou tanta saudade em Osasco como ela.

A volta de Destinee Hooker ao clube é muito representativa. Hooker, coincidentemente, retorna para Osasco quando o time ganha nova identidade com a saída do antigo patrocinador e a chegada do Audax.

Hooker, como se diz na gíria, tem a cara de Osasco e rara identificação com a torcida.

Contratar a jogadora era um antigo sonho da atual diretoria. Foi com ela em quadra que o time ganhou a Superliga pela última vez em 2011/12.

Hooker, que completará 31 anos em setembro, andou por Porto Rico, Rússia, Coreia, China e passou as duas últimas temporadas no Minas onde jamais alcançou o status de ídolo.