Itália larga na frente para sediar mundial masculino de 2018

Itália larga na frente para sediar mundial masculino de 2018

Bruno Voloch

25 Novembro 2015 | 09h45

A Itália, ao lado da Bulgária, deve sediar o campeonato mundial masculino em 2018.

A candidatura está bem adiantada.

Dirigentes das duas federações e Fábio Azevedo, representando a FIVB, Federação Internacional de Vôlei, se reuniram essa semana em Roma.

FotoOk2

O contrato, desde que as exigências sejam cumpridas, pode ser assinado em breve.

Carlo Magri, presidente da Federação da Itália, e Dancho Lazarov, da Bulgária estão participando ativamente do processo. Aleksandar Boricic, presidente da Federação Europeia, também esteve presente.

A Itália, tricampeã mundial, sediou o evento em 2010. Na ocasião, a seleção brasileira, de Bernardinho, conquistou a medalha de ouro ao derrotar Cuba na final por 3 a 0.