José Roberto Guimarães desiste de Jaqueline e Monique, reage e indica mudanças para o Mundial.

José Roberto Guimarães desiste de Jaqueline e Monique, reage e indica mudanças para o Mundial.

Bruno Voloch

13 Julho 2018 | 09h26

Os maus resultados na VNL serviram para alguma coisa.

A comissão técnica da seleção brasileira feminina, enfim, reagiu. Ainda que com atraso, percebeu que insistir com Monique e Macris e apostar em Jaqueline como líbero ou ponta seria andar para trás.

O blog antecipou a informação há uma semana.

José Roberto Guimarães poderia ter sido um pouco mais ousado e descartado de vez Amanda, que tem exatamente o mesmo perfil de Monique.

Só que a má fase de Rosamaria, seriamente ameaçada, e a insegurança em relação ao futuro de Natália, fizeram Amanda sobreviver.

A ausência de Monique e Macris indicam que José Roberto Guimarães dará oportunidade para Bruna e Claudinha. Não creio que ele trabalhe com duas levantadoras somente.

O fim de Jaqueline era previsível.

Gabiru, segundo o blog apurou, só foi chamada por causa da lesão de Suelen, caso contrário dificilmente estaria na relação. A tendência é que Tássia se junte ao grupo. Tudo vai depender do desempenho da ex-líbero de Osasco na Copa Pan-Americana.

A convocação não traz ainda os retornos de Dani Lins e Thaísa. Mas é questão de tempo.

Natália sim, aparece oficialmente.

Tandara, Adenízia, Bia, Gabizinha e Drussyla também estão garantidas no Japão.

Roberta deverá ter a concorrência de Claudinha. Uma delas vai sobrar. O mesmo serve para Rosamaria e Amanda, que apesar de todos os indícios, inacreditavelmente continua resistindo.

Carol não pode se acomodar. Mara é a quinta opção.