Juma ofusca Naiane e lidera Bauru em confronto direto contra o Minas

Juma ofusca Naiane e lidera Bauru em confronto direto contra o Minas

Bruno Voloch

28 Outubro 2016 | 09h05

Deu Juma.

Deu Bauru. O time do interior paulista saiu na frente do Minas no primeiro confronto para saber quem é a quarta força da Superliga.

Os dois estão distantes do pelotão de cima e não fazem parte do seleto grupo de favoritos. O objetivo, ainda, é chegar no mínimo até as semifinais.

_k0o7672

Bauru venceu porque contou com Juma em noite inspirada. Curioso é que do outro lado estava Naiane, uma das promessas na posição.

A levantadora do Minas porém decepcionou. Faz parte. Não conseguiu jogar, o que acontece nas melhores famílias. Karine entrou e para azar de Paulo Coco não mudou o cenário.

Era dia de Juma. Eleita melhor jogadora do mundial sub-23 no ano passado, Juma fez a diferença.

Jogar simples não combina com ela. Juma usou e abusou das centrais. Permitiu ao Minas marcar somente 2 pontos de bloqueio em 4 sets. Juma fez de Thaisinha a maior pontuadora.

_k0o7806

A combinação com Valquíria no meio chama atenção. Bolas rápidas e ataques bonitos de se ver. Essa Valquíria promete. É agressiva.

Brenda Castillo, ainda tímida, foi fundamental para Juma deitar e rolar.

O Minas ficou devendo. É lógico que Bauru levou vantagem em termos de ritmo de jogo. Faz diferença.

Paulo Coco não só trocou Naiane como tirou acertadamente Domingas que não disse ao que veio. Pri Daroit erra mais do que acerta. Rosamaria se salvou.