Liga Profissional, enfim, nos Estados Unidos

Liga Profissional, enfim, nos Estados Unidos

Bruno Voloch

09 Fevereiro 2017 | 09h07

Os Estados Unidos vão ficar ainda mais fortes em breve. Uma decisão de Jamie Davis, novo presidente da USA Volleyball, pode mudar o cenário do vôlei mundial.

O dirigente diz que uma de suas prioridades é criar uma Liga Profissional no país.

O esquema atual é bem simples e conhecido. Os atletas atuam pelas universidades, estudam e quando se formam vão para o exterior e atuam profissionalmente.

OSBTFXCQIRLVDUD.20141114160509

Jamie quer mudar e trabalha para montar a Liga Profissional nas duas categorias até o mundial de 2018 ou no máximo durante o próximo ciclo olímpico.

Os Estados Unidos atualmente exportam cerca de 400 jogadores por temporada.

Jamie pretende ouvir os técnicos da seleções adulta, das categorias de base e discutir se nesse primeiro momento seria ou não interessante permitir estrangeiros na Liga.