Minas chegando, Bauru fazendo história e ‘penetra’ descendo a ladeira.

Minas chegando, Bauru fazendo história e ‘penetra’ descendo a ladeira.

Bruno Voloch

15 Fevereiro 2017 | 11h48

As previsões aos poucos vão se confirmando.

A sexta rodada da Superliga deixa claro quem pode ou não chegar e incomodar os grandes na competição.

O Minas, como era previsto, segue crescendo, ganhando moral e confiança.

Terminar a rodada em quarto lugar é um ótimo sinal mas ainda não é garantia de que o time possa chegar entre os 4. O caminho é espinhoso. O próximo jogo, contra Osasco, talvez dê a exata dimensão do que o Minas pode fazer nos playoffs.

Por outro lado o ‘penetra’ Brasília vai descendo a ladeira e encontrando sua real posição na tabela. O quinto lugar é lucro. Se mantiver essa posição será zebra.

De qualquer forma já não é mais o adversário a ser batido até porque tem apanhado bem nos últimos jogos.

16708599_1301066973290838_3977591216585412893_n

Bauru sim pode comemorar.

O clube pela primeira vez na história se classifica para os playoffs. E o time tem tudo para ir além. O quarto lugar é possível. O jogo contra o decadente Pinheiros é uma autêntica decisão e pode definir os cruzamentos.

Equilíbrio é a palavra chave.

Se as principais jogadoras tiverem o mesmo desempenho que apresentam contra os pequenos, assim como aconteceu contra São Caetano, diante dos grandes, Bauru pode sonhar com algo a mais.