Minas planeja levar Jaqueline com 50% de desconto

Minas planeja levar Jaqueline com 50% de desconto

Bruno Voloch

24 Outubro 2016 | 14h26

O BRASIL ainda respira primavera. O verão só começa em dezembro, dia 22, mas o Minas está de olho nas liquidações de fim de ano.

A jogadora, segundo o blog apurou, pede R$ 1,2 milhão pela temporada. Jaqueline não vai levar.

Primeiro porque nenhum clube no país oferece algo semelhante por 12 meses de contrato. Segundo porque novembro está na porta, ou seja, quase metade da temporada.

Essa é a malandragem do Minas.

A aposta dos dirigentes é no ‘desespero’ de Jaqueline desempregada até agora. Mesmo que por opção pessoal. O Minas é o único caminho viável em termos de BRASIL.

image

O clube negocia com empresas interessadas em bancar a contratação da jogadora por 6 meses.

A coisa pode evoluir. Jaqueline, que não joga desde agosto, seria preparada para o segundo turno e os playoffs da Superliga.

O Minas, via patrocinador, pagaria cerca de R$ 100 mil por mês, até abril e levaria Jaqueline, feliz com o salário, com ‘desconto’ de 50%.