Minas presta um enorme serviço à seleção brasileira. BRASIL precisa de Sheilla

Minas presta um enorme serviço à seleção brasileira. BRASIL precisa de Sheilla

Bruno Voloch

17 de maio de 2019 | 19h40

José Roberto Guimarães deve agradecer e muito ao Minas.

A contratação de Sheilla irá favorecer diretamente a seleção brasileira. Não é segredo para ninguém que o treinador, sem alternativas e diante do cenário caótico desenhado, irá apelar para as jogadoras mais experientes com a proximidade dos jogos olímpicos de Tóquio.

Sheilla é uma delas.

Se tudo caminhar bem, existe a chance dela ser chamada ainda esse ano, o que seria perfeito. Iniciar o trabalho de maneira gradativa, sem pressa e sem cobrança, afinal são quase 3 anos sem jogar.

Mas será partir da temporada completa vestindo a camisa do Minas que Sheilla irá entrar em forma e estar à disposição do técnico para a olimpíada.

Apesar do longo tempo inativa e sem pegar em bola, ela é melhor, aliás, muito melhor que todas jogadoras juntas da posição que foram testadas por José Roberto Guimarães desde 2016 e não ganharam nada.

Todas.

E que o treinador não se atreva a chamar Sheilla para ser banco. Se for o caso, deixa quieto.

Essa geração precisa de um espelho. Comprometimento. Por essas e outras que Sheilla é essencial.

Imprescindível.

Tendências: