Minas se espelha no Praia, paga, leva e fará a final do Sul-Americano contra o Rio em 2018

Minas se espelha no Praia, paga, leva e fará a final do Sul-Americano contra o Rio em 2018

Bruno Voloch

07 Novembro 2017 | 08h11

Foi-se o tempo em que apenas os critérios técnicos prevaleciam. Hoje não.

Longe disso.

Basta pagar a conta.

Diante desse cenário o Minas ganhou o direito de sediar o campeonato Sul-Americano de clubes em 2018.

O clube terá somente que cumprir todas as exigências da CSV, Confederação Sul-Americana de Vôlei, ou seja, arcar com as despesas dentro e fora de quadra.

A crise financeira no continente porém não permite dizer quantos times irão participar da competição. Países como Uruguai, Paraguai, Chile e Venezuela são incógnitas.

Certo mesmo é a presença do Rio, de Bernardinho, atual brasileiro e legítimo campeão da América do Sul. A tendência é que Argentina, Colômbia e Peru enviem representantes ao BRASIL.

O torneio será jogado entre os dias 20 e 24 de fevereiro, data da final entre Minas e Rio, na Arena do Minas.

O Praia Clube, de Uberlândia, sediou a competição em 2017 e perdeu a decisão novamente para o Rio.

Quem conquistar o Sul-Americano garante vaga no mundial de clubes.