Minas vê risco, teme prejuízo e discute futuro de Natália na seleção.

Minas vê risco, teme prejuízo e discute futuro de Natália na seleção.

Bruno Voloch

16 Agosto 2018 | 11h16

O recente episódio envolvendo a CBV, Confederação Brasileira de Vôlei e Taubaté, que não liberou Lucarelli para seleção brasileira, abriu definitivamente os olhos dos clubes.

Agora, segundo o blog apurou, o Minas teme pelo futuro de Natália, principal contratação da temporada.

O Minas, até onde o blog chegou, não vê com bons olhos a permanência da jogadora na seleção e a possível participação dela no mundial do Japão.

O blog tem informação que o médico do Minas, Rodrigo Vaz, esteve em Uberaba, cidade que irá receber o terceiro amistoso entre BRASIL e Estados Unidos, e discutiu o assunto com os responsáveis pela recuperação de Natália.

O tema é delicado e tratado internamente com cautela. A linha de defesa, se adotada, seria semelhante a tese usada por Taubaté.

O clube mineiro não chega a sugerir o corte da jogadora, mas teme que a necessidade da seleção em contar com a jogadora para o mundial possa apressar indiretamente o processo e colocar em risco a temporada dela no Minas.

Natália teve uma tendinite no joelho direito, só pegou em bola recentemente, ainda não pode saltar e não joga há 5 meses.

O Campeonato Mundial será jogado entre 29 de setembro e 20 de outubro. O blog estará no Japão.