Mineiro não é parâmetro para Minas e Praia Clube

Mineiro não é parâmetro para Minas e Praia Clube

Bruno Voloch

21 de outubro de 2020 | 11h28

A rivalidade é grande e ninguém quer perder.

Ainda mais quando o assunto envolve Minas e Praia Clube.

Mas é bom ter cautela e não tirar conclusões precipitadas independentemente do resultado no campeonato mineiro. Na verdade, cá entre nós, a gente pode chamar o evento de tudo, menos campeonato.

O masculino sim.

Incrível e ao mesmo tempo preocupante constatar que a federação precise convidar times de outros estados para realizar a competição. Dessa vez, Valinhos e Brasília vão servir de sparring para Minas e Praia que decidirão o título em jogo único.

Esse é o X da questão. Nenhum dos dois está pronto, longe disso.

Ambos sem ritmo de jogo e recuperando jogadoras fisicamente. Ainda assim haverá cobrança. Perder para o rival nunca é bom. Só que um jogo não significa nada e infelizmente será dessa forma que sairá o campeão estadual de 2020.

O Praia é o clube que mais investiu no BRASIL e tem o maior orçamento de todos, portanto tem obrigação de ganhar não só o estadual como tudo que disputar.

O Minas é mais ‘humilde’. Manteve a base, investiu em Pri Daroit, ótima contratação, e trocou as estrangeiras.

A única certeza é que a pandemia não permitiu que Minas e Praia tivessem a preparação adequada. A conclusão é que o resultado final não irá servir de parâmetro para o restante da temporada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.