Montes Claros dá sinal de vida; Montes Claros como nos bons tempos.

Montes Claros dá sinal de vida; Montes Claros como nos bons tempos.

Bruno Voloch

04 de fevereiro de 2018 | 09h32

Fazia tempo, muito tempo, que o torcedor de Montes Claros não deixava o ginásio Tancredo Neves orgulhoso do time.

Foi apenas a terceira vitória em quatorze jogos. Os dois pontos conquistados diante do Corinthians no tie-break chegam em ótima hora. É improvável porém que o resultado seja suficiente para classificar Montes Claros para os playoffs da Superliga.

A distância para o próprio Corinthians ainda é considerável. São 7 pontos. Mesmo com 1 jogo a menos, dificilmente Montes Claros alcançará o oitavo lugar. Canoas, com 21 e dois jogos a mais, soma 7 vitórias, mesmo aproveitamento de Campinas.

A sensação, principalmente levando-se em conta o que Montes Claros jogou, é que poderia estar perfeitamente nesse bolo.

A campanha ruim não condiz com a tradição do clube. Longe disso.

Contra o Corinthians os jogadores conseguiram finalmente dar uma resposta satisfatória. Era o mínimo que se esperava. A esperança é que esse grupo entenda que o lugar de Montes Claros é bem mais acima.

A última chance para salvar a temporada será no sul-americano de clubes que Montes Claros irá sediar no fim do mês. Só depende deles.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: