Nova era em Bauru passa pelas mãos de Kwiek

Nova era em Bauru passa pelas mãos de Kwiek

Bruno Voloch

20 Janeiro 2016 | 10h13

É hoje.

Marcos Kwiek faz sua estreia oficial pelo time de Bauru.

O treinador não terá moleza na estreia. O adversário será o Rio do Sul, de Spencer Lee. Time duro, bem treinado e sensação da Superliga.

fabiano

O exigente torcedor de Bauru deve entender que a chegada de Marcos Kwiek representa bem mais do que uma eventual classificação para os playoffs da competição. É a possibilidade do trabalho a longo prazo e a promessa de investimento nas categorias de base.

Bauru, diferente da maioria, chegou a divisão principal pelas próprias pernas ao conquistar a Superliga B.

O clube busca se estruturar dentro e fora de quadra.

Kwiek não pode ser cobrado. Não por enquanto, até porque não montou o elenco e muito menos indicou a contratação de qualquer jogadora.

Por sinal, tenho absoluta convicção de que todas, sem exceção, irão mostrar serviço, o que não será o suficiente para garantir a renovação para a próxima temporada.

Kwiek não é bobo, pelo contrário, está nessa praia há muitos anos. Sabe exatamente quem é quem. Pelo estilo exigente e profissional do técnico a única certeza é que poucas jogadoras do atual elenco, verdade seja dita, vão sobreviver para 2016/17.

Bauru inicia hoje uma nova era.