O recado de Megan para o Minas: ‘Espero que a torcida me abrace e quero ganhar tudo que disputar’

O recado de Megan para o Minas: ‘Espero que a torcida me abrace e quero ganhar tudo que disputar’

Bruno Voloch

04 de junho de 2020 | 20h34

Megan Hodge falou com exclusividade ao blog.

Conforme o blog antecipou, a norte-americana está contratada e será uma das estrangeiras do time na temporada 2021/21.

Megan disse que está empolgada com a chance de jogar no BRASIL, afirma que está 100% recuperada das lesões e confia na parceria vitoriosa com Nicola Negro.

A jogadora deixou de lado propostas da Itália e não quer ser comparada com as outra americanas que passaram pelo país ou pelo Minas.

Por fim, deixa uma mensagem para a apaixonada torcida e diz que pretende ganhar tudo que disputar.

Por que você decidiu aceitar a proposta do Minas e jogar no BRASIL?

Desde que comecei minha carreira no exterior, o BRASIL sempre esteve na minha lista de países que gostaria de jogar, mas as coisas nunca me levaram até aí. Agora eu tenho essa oportunidade com Minas e estou empolgada com isso.

É verdade que você tinha propostas da Itália?

Sim, eu tinha uma proposta na Itália, mas acho que a situação do Minas foi melhor para mim. Conheço o treinador Nicola Negro há muito tempo. Joguei e ganhei sendo dirigida por ele em diferentes países, então foi uma ótima opção.

O que você espera da sua primeira temporada no BRASIL?

Acho que vai ser emocionante. Vôlei competitivo e fãs apaixonados. Eu sei que o clube é muito forte e espero que a gente possa conquistar tudo que disputar.

Várias norte-americanas já passaram pelo país. Como vai ser a Megan?

Eu vou ser eu. Eu adoro competir e me divertir. Eu jogo duro. Sou intensa, mas sempre quero vencer e serei uma ótima companheira para a equipe.

Como você está fisicamente após as lesões?

Meu corpo realmente se sente muito bem. Minhas lesões estão todas curadas e ando trabalhando para estar em boa forma física  quando chegar ao BRASIL.

Quando você poderia jogar normalmente?

Como eu disse estou 100% recuperada. Acho que não vai demorar muito para jogar normalmente. Quando os jogos começarem espero estar o mais próximo possível do meu “normal”.

Você acha que as lesões tiraram você da seleção?

Eu me aposentei da seleção em 2016 e não tinha e não tenho planos de voltar. Como isso aconteceu antes das minhas lesões, minha resposta é não.

O que você sabe sobre Minas e suas futuras companheiras?

Na verdade não sei muito. Joguei contra algumas das minhas futuras companheiras no meu tempo na seleção e são todas grandes jogadores obviamente. Mas não conheço ninguém pessoalmente. Espero que possamos nos tornar boas amigas rapidamente nesta temporada.

E sua mensagem para a apaixonada torcida do Minas?

Estou muito feliz por ter sido contratada pelo Minas e pelo BRASIL. Espero que todos vocês me abracem em Belo Horizonte e que eu possa ajudar o clube a vencer.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.