Peças se movem e saída de Duda para São José dos Pinhais responde quebra-cabeça do Curitiba/Vôlei

Peças se movem e saída de Duda para São José dos Pinhais responde quebra-cabeça do Curitiba/Vôlei

Bruno Voloch

16 de julho de 2020 | 16h13

Aos poucos as peças vão se encaixando e respondendo o quebra-cabeça.

As explicações chegam gradativamente.

A surpreendente, e inexplicável até então, saída do técnico Duda só agora se explica e faz sentido. A opção pela não renovação partiu do competente treinador que fez ótimo trabalho apesar das dificuldades e dos inúmeros problemas extra-quadra.

E Duda sai para assumir São José dos Pinhais, maior rival, e que também tem arquivado histórias pesadas de traição no Estado do Paraná envolvendo Curitiba/Vôlei.

Os depoimentos das jogadoras relatando atraso de salários, maus-tratos, racismo e inadimplência. O patrocinador desistindo do projeto e rompendo relações.

5 atletas rejeitando assinar o fair play financeiro.

Claire Felix, norte-americana, seguindo a mesma linha.

Agora, a notícia da contratação de Duda se encaixa perfeitamente no lamentável quebra-cabeça do Curitiba/Vôlei. A verdade sempre vem à tona.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: