Presidente pede demissão e arbitragem da Superliga fica sem comando.

Presidente pede demissão e arbitragem da Superliga fica sem comando.

Bruno Voloch

08 Janeiro 2018 | 08h19

Carlos Antônio Rios, o Carlão, não é mais o presidente da COBRAV, Comissão Brasileira de Arbitragem de Voleibol. O dirigente entregou o cargo e Walter Pitombo Laranjeiras, o Toroca, aceitou.

O blog procurou Carlão mas o ex-presidente da federação mineira não retornou o contato.

A crise na arbitragem continua.

Os árbitros, conforme o blog divulgou na semana passada, cobram cota de patrocínio da SKY que teria sido prometida pelos atuais dirigentes da CBV. E mais.

Sem aumento desde 2015, eles exigem aumento salarial. Se não houver acordo até o reinício da Superliga existe a possibilidade de paralisação ou simplesmente colocar em uso camisas brancas sem qualquer logotipo.

A CBV, procurada, alega que estava em recesso.

O blog levantou que Josebel Palmerin e Laerte de Souza, ex-árbitros, são os nomes mais cotados para assumir o cargo.