Pressa em julgar Leal faz CBV cometer erro crasso e deixa caso sob suspeita.

Pressa em julgar Leal faz CBV cometer erro crasso e deixa caso sob suspeita.

Bruno Voloch

26 de abril de 2018 | 11h10

Erro crasso é diferente do erro comum a que todos nós estamos sujeitos. A entidade que comete um crasso, comete um erro inadmissível para a posição que ocupa ou representa perante os outros.

Seria cômico se não fosse trágico, mas aconteceu na CBV, Confederação Brasileira de Vôlei.

A pressa em julgar o caso, que deixa os envolvidos sob suspeita, coloca o jogo entre Taubaté e Cruzeiro como se tivesse sido válido pela Superliga Feminina.

Não foi.

Repare abaixo:

 

A ‘desatenção’, ou pressa, será usada pela defesa de Leal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: