Que ninguém se engane: BRASIL só perde a VNL para ele mesmo

Que ninguém se engane: BRASIL só perde a VNL para ele mesmo

Bruno Voloch

10 de julho de 2019 | 08h25

Não há muito o que falar da fase final da VNL que começa hoje em Chicago, nos Estados Unidos.

As circunstâncias colocam o BRASIL, que enfrenta a Polônia, como grande favorito para vencer pela primeira vez a competição. França, Rússia e a própria Polônia não terão força máxima.

O Irã é aquilo de sempre. Sem comentários.

Jogando em casa, os Estados Unidos são os únicos que podem ameaçar o título brasileiro. Ainda assim com certa restrição.

Assim como no feminino, a maioria das seleções optou em priorizar o pré-olímpico mundial que acontecerá em agosto. É o caso de França, Rússia e Polônia.

Os Estados Unidos jogaram as primeiras fases com time B para C. Segundo consta, por respeito ao público e a FIVB, irão valorizar a fase final.

Nada mais justo.

O BRASIL por tudo que demonstrou até aqui, só precisa ter humildade, concentração e principalmente seriedade para não perder a VNL.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: