Radamés Lattari se licencia do cargo de Diretor Executivo da CBV

Radamés Lattari se licencia do cargo de Diretor Executivo da CBV

Bruno Voloch

13 de novembro de 2020 | 08h18

Radamés Lattari não é mais Diretor Executivo da CBV, Confederação Brasileira de Vôlei.

A decisão do ex-dirigente atende ao disposto no § 8º do artigo 33 do Estatuto e do artigo 19 do Regimento Interno das Assembleias Gerais.

Radamés é candidato a vice-presidente na Chapa de Toroca nas eleições da CBV em 1o de janeiro de 2021.

Nesse caso, por lei, é obrigado a se ausentar.

Exigência do estatuto.

Radamés não pode concorrer a um cargo eletivo sendo um profissional contratado. Tem que se licenciar. Normalmente são 2 meses.

A CBV confirma a informação.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.