Renan Dal Zotto ganha nova chance de mudar imagem após visitar Taubaté

Renan Dal Zotto ganha nova chance de mudar imagem após visitar Taubaté

Bruno Voloch

11 de abril de 2018 | 09h11

Renan Dal Zotto saiu da zona de conforto e esteve em Taubaté assistindo o segundo jogo das semifinais da Superliga.

O técnico da seleção deve ter saído satisfeito da cidade. Ou quase isso. Satisfeito e com uma leve dose de preocupação. Em recente entrevista ao blog, o técnico da seleção deixou claro que não existe interferência externa na convocação.

O tempo dirá. O tempo e os nomes.

A recuperação física e técnica de Wallace impressionam. A regularidade do central Otávio idem. O que mais chamou atenção nos dois jogos contra o Cruzeiro foi o alto nível do levantador Rapha.

Que mão. Que cabeça.

Rapha, aos 38 anos, é o ponto de equilíbrio de Taubaté. Dá para afirmar sem susto que é ele o principal responsável pela ascensão do time nos playoffs.

O levantador consegue tirar na medida certa e no tempo exato o que cada um tem de melhor. O maior exemplo é Dante. Rapha ainda trouxe de volta o sérvio Ivovic.

É bom Renan não pensar em política e nos ‘senadores’.

Será difícil, ou fácil, dependendo da leitura, explicar uma eventual ausência de Rapha na lista de convocados. Não pode.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: