República Dominicana faz história em cima do BRASIL e é campeã mundial juvenil

República Dominicana faz história em cima do BRASIL e é campeã mundial juvenil

Bruno Voloch

20 de setembro de 2015 | 08h23

O BRASIL ficará carinhosamente para sempre na memória das dominicanas.

Pela primeira vez na historia, a República Dominicana conquistou o campeonato mundial juvenil feminino.

Invicta, 8 jogos e 8 vitórias, a seleção deixou de ser coadjuvante e exerceu, enfim, o papel de protagonista.

11

A final aconteceu em Caguas, Porto Rico, e foi dramática.

O BRASIL teve a bola do jogo nas mãos e não fechou. Acabou castigado.

As seleções já haviam se enfrentado na fase de grupos e com vitória das dominicanas por 3 a 0.

Dessa vez foi diferente. E como.

O BRASIL, que derrotou o Japão na semifinal, abriu 1 a 0. Levou a virada e se recuperou no quarto set com 26/24.

A decisão teve o duelo particular entre Brayelin Martinez, 32, e a brasileira Lorenne, que marcou 39 pontos.

22

No tie-break, a seleção comandou o placar. Dominou o set, chegou a fazer 14/12. Drussyla, do Rexona,  atacou a bola do campeonato para fora dando o empate as dominicanas. Lorrene fez o mesmo no ataque seguinte. Jineiry Martinez bloqueou a levantadora Thais e fechou o jogo em 16/14.

A Itália ficou com a medalha de bronze.

33

Brayelin Martinez foi eleita a MVP do mundial.

A brasileira Lorrene ganhou o prêmio de melhor oposta.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: