Resposta à desobediência. Era só ouvir a torcida.

Resposta à desobediência. Era só ouvir a torcida.

Bruno Voloch

12 de fevereiro de 2019 | 23h16

Um brigou com o principal jogador do time, o outro errou a tática. Mas venceu.

Enquanto Giovane Gávio pedia aos seus jogadores para sacar em Lucas Lóh, novamente sacrificado por Rubinho, o alvo era Murilo, bola cantada pela torcida de Taubaté no Abaeté.

Sorte dele que Rozalin Penchev desobedeceu suas determinações e decretou a vitória do Sesc por 3 a 2 contra o Sesi justamente em sacando cima do líbero.

Ele e Wallace decidiram o jogo no saque no tie-break. 

Rubinho, para variar, esbarrou na conhecida soberba ao tirar Lipe do jogo e brincar de vai e vem com Lucas Lóh. Acabou, como de hábito, castigado.

Passa o Sesc, fica o Sesi.

Tendências:

  • Torcedores do PSG não querem mais Neymar em Paris
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil