Ricardinho voltará às quadras para salvar projeto em Maringá

Ricardinho voltará às quadras para salvar projeto em Maringá

Bruno Voloch

04 de fevereiro de 2020 | 10h07

Ricardinho estará em breve vestindo novamente a camisa 17 de Maringá.

Aos 44 anos, o levantador campeão olímpico e presidente do time, se despediu oficialmente em junho de 2018. A crise financeira do clube que culminou com a saída de 7 jogadores fez Ricardinho rever a decisão.

‘Não poderia agir de outra forma. Quero abraçar esses caras que ficaram, mostrar que estou do lado deles para o que o grupo e o técnico precisarem’, diz Ricardinho.

Ele está inscrito na Superliga.

Maringá atravessa grave crise financeira conforme o blog divulgou em janeiro. A situação até hoje não foi regularizada e essa semana mais 3 atletas decidiram deixar o projeto.

Ricardinho conversou com o blog e confirmou que jogará novamente:

‘Não posso deixar o time e a cidade nas mãos nesse momento. Vou brigar até o fim. Se abandonarmos a competição por falta de verba ficaremos 3 anos sem poder jogar. Seria horrível e trágico por tudo que vivi e construí no esporte até hoje. Respeito a decisão daqueles que saíram, mas estou pronto, me condicionando fisicamente e à disposição’.

Ricardinho reiterou que o apoio da torcida será fundamental para a sobrevivência daqueles que ficaram em Maringá:

‘É a maior torcida do BRASIL e mais fiel. Importante deixar claro que dependemos muito desses torcedores e da ‘vaquinha’ nesses 50 dias restantes de Superliga. Qualquer ajuda é válida’.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: