Rússia é tricampeã mundial juvenil. Vôlei masculino do BRASIL fecha 2015 zerado.

Bruno Voloch

21 de setembro de 2015 | 07h11

O mundial juvenil disputado no México era a última esperança de título para o vôlei masculino do BRASIL em 2015. Era, não é mais.

Após fracassar nos mundiais infanto-juvenil e sub-23, a seleção brasileira conseguiu a façanha de perder para a China por 3 a 1 na decisão da medalha de bronze e terminou o campeonato no México no decepcionante quarto lugar.

22

A Rússia, de virada, derrotou a Argentina por 3 a 2 e ficou com o título. Foi a décima conquista dos russos e a terceira consecutiva.

Vice em 2013, o BRASIL não vence o mundial da categoria desde 2009.

Como prêmio de consolação, Caio Oliveira foi eleito o melhor oposto do campeonato.

Pavel Pankov, capitão da Rússia, acabou como MVP.

11

O Sul-Americano, que será jogado no fim do mês em Maceió, fecha a péssima temporada do vôlei masculino.

A seleção de Bernardinho, também zerada, ficou fora da semifinais da Liga Mundial no Rio de Janeiro e foi prata no Pan-Americano.

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: