Rússia fará proposta por José Roberto Guimarães após Tóquio 2020

Rússia fará proposta por José Roberto Guimarães após Tóquio 2020

Bruno Voloch

05 de novembro de 2019 | 07h45

José Roberto Guimarães já tem data para se despedir da seleção brasileira: a partir de 10 de agosto de 2020 ele não será mais o técnico do BRASIL deixando o cargo após 17 anos.

O que pouca gente imagina é que o treinador possa virar adversário no próximo ciclo olímpico.

É o que pretende a Federação da Rússia.

O blog apurou que o nome de José Roberto Guimarães é prioridade por lá e os dirigentes russos não medirão esforços para convencer o técnico a assumir a seleção. A proposta, por questões éticas, só chegará oficialmente ao técnico depois da olimpíada.

O treinador entretanto, até onde o blog chegou, já tem conhecimento do interesse da Rússia.

O blog foi além e constatou que a ex-jogadora Lioubov Sokolova, de grande prestígio no país, é uma das grandes incentivadoras e estaria se articulado nos bastidores para que a operação dê certo. Sokolova e José Roberto Guimarães trabalharam juntos na Turquia entre 2010 e 2012.

O desejo de contar com ele é antigo.

Após os jogos do Rio em 2016, Sokolova tentou levar o técnico para comandar o Dinamo Krasnodar, clube que defendia na época, mas as negociações não avançaram.

José Roberto Guimarães dirige Barueri logo mais contra Osasco na primeira partida das finais do campeonato paulista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: