Saca na Rosa, saque da Rosa e o feitiço vira contra o feiticeiro

Saca na Rosa, saque da Rosa e o feitiço vira contra o feiticeiro

Bruno Voloch

12 de janeiro de 2019 | 10h15

A Arena da Barra da Tijuca registrou na vitória do Praia contra o Rio o típico caso do feitiço virando contra o feiticeiro.

A torcida do Rio, que dificilmente consegue lotar o local, até por causa do tamanho do ginásio, escolheu a ponta Rosamaria como alvo.

Incentivados pelo locutor oficial e por familiares da comissão técnica nas redes sociais, os torcedores pegaram no pé da jogadora enquanto ela esteve em quadra.

A jogadora porém respondeu e o feitiço virou contra o feiticeiro.

A incrível sequência de saques no terceiro set, 9, arrebentou com a recepção do Rio e acabou sendo determinante para a virada do time na parcial e no jogo.

Rosamaria sentiu, algo natural, errou alguns passes, mas nada que se compare as entregadas de Garay no fundo. Acabou substituída como de hábito por Michelle e terminou no banco.

Só que Rosamaria, para desprazer do público, ainda voltaria ao jogo no fim do quarto set e teria papel fundamental no bloqueio.

O Rio, na atual conjuntura, não pode tirar onde com ninguém. Ainda mais no quesito passe.

Seria o caso do sujo falando do mal lavado.

 

 

 

Tendências: