Shikuku, do Quênia, rouba a cena e desbanca russas na Copa do Mundo do Japão

Shikuku, do Quênia, rouba a cena e desbanca russas na Copa do Mundo do Japão

Bruno Voloch

25 de agosto de 2015 | 08h34

O nome não é conhecido. Pouca gente deve ter ouvido falar.

Mercy Moim.

A ponteira da seleção do Quênia é simplesmente a maior pontuadora da Copa do Mundo do Japão após 3 rodadas disputadas.

mercy

Aos 26 anos, Mercy Moim atua dentro do país no modesto Kenya Prisons.

A atleta deixou para trás jogadoras consagradas como as russas Kosheleva e Goncharova que estão entre as 3 que mais pontuaram na competição.

Shikuku, como é conhecida no Quênia, fez 53 pontos em 3 jogos, 2 a mais que Kosheleva.

É bem verdade que a atacante queniana não deverá sustentar a posição até o fim da Copa do Mundo, mas só o fato de figurar entre as maiores pontuadoras no início da competição é motivo de orgulho para os africanos, especialmente pela campanha do Quênia na Copa do Mundo.

A seleção perdeu os 3 jogos que disputou e é penúltima colocada. A Rússia lidera com 8 pontos.

A Sérvia Brankika Mihajlovic lidera como melhor atacante.

Brankica-Mihajlovic

Da Argentina chega outra surpresa. Emilce Sosa é em 3 rodadas a principal bloqueadora.

A chinesa Zhang tem melhor saque. Zoila La Rosa, do Peru, está em primeiro como levantadora.

A dominicana Brenda Castillo lidera na defesa e Susan Egoavil, do Peru, na recepção.

B2nzIzDCAAARFcH

A Copa do Mundo do Japão tem sequência na quarta-feira e o clássico entre China e Coreia é o principal jogo da rodada.

Os dois primeiros se classificam para a Olimpíada do Rio.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: