Taubaté coloca panos quentes mas não consegue minimizar rejeição a Castellani.

Taubaté coloca panos quentes mas não consegue minimizar rejeição a Castellani.

Bruno Voloch

20 de julho de 2018 | 09h29

O elenco de Taubaté foi apresentado oficialmente há uma semana e apesar dos esforços daqueles que estão diretamente ligados ao projeto nada mudou.

O discurso político adotado não surtiu o efeito desejado.

Continua ruim e desfavorável o ambiente para o treinador Daniel Castellani. Para ser ter uma noção, Ricardo Navajas, supervisor do clube, mal fala com o técnico argentino.

Castellani segue isolado e adotando, por orientação, a linha cautelosa.

Os dirigentes continuam poupando o treinador. Ele inclusive, diferente do que acontece habitualmente, entrou mudo e saiu calado na apresentação sexta-feira passada.

Tudo para evitar desgastar ainda mais a imagem dele com a torcida que foi contra a permanência do técnico em Taubaté.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.