Taubaté pede punição a Leal. Bomba está nas mãos da CBV que pode suspender o jogador.

Taubaté pede punição a Leal. Bomba está nas mãos da CBV que pode suspender o jogador.

Bruno Voloch

18 de abril de 2018 | 19h02

Leal corre o risco de ficar fora do quinto e decisivo jogo contra Taubaté pelas semifinais da Superliga.

O blog apurou que o clube paulista pediu a suspensão do jogador baseado na súmula da partida. Leal, até onde o blog chegou, foi responsabilizado pelo delegado pela confusão e briga após a vitória do Cruzeiro por 3 a 0.

Para não ser suspenso por 1 jogo e perder o jogo de sexta-feira, Leal teria que ser julgado antes da partida, ou seja, na quinta-feira.

Taubaté garante ter imagens que mostram Leal fazendo gestos obscenos para a torcida. Os vídeos com as provas já foram enviados para a CBV, Confederação Brasileira de Vôlei.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: