Thaísa, sem preconceito, defende Tiffany na Superliga: ‘E se vier para ajudar a seleção será ótimo’.

Bruno Voloch

08 de dezembro de 2017 | 16h43

Primeiro, José Roberto Guimarães. Agora Thaísa, bicampeã olímpica.

O blog ouviu a jogadora de Barueri.

Perguntada sobre a inscrição de Tiffany na Superliga por Bauru, Thaísa foi objetiva: ‘Se ela está autorizada pelos órgãos responsáveis e devidamente documentada não vejo problemas. É mulher’.

Thaísa falou ainda sobre a possibilidade de no futuro jogar com Tiffany na seleção brasileira:

‘Eu acho ótimo. Se vier para somar e ajudar na evolução da seleção é muito válido’.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.