Tifanny decide, marca 25 pontos, mas é uma jogadora normal.

Tifanny decide, marca 25 pontos, mas é uma jogadora normal.

Bruno Voloch

20 de dezembro de 2017 | 09h05

Já deu. O tema começa a ficar chato.

Tem muita gente gastando teclado e procurando polêmica desnecessariamente.

Tiffany é uma jogadora absolutamente normal. Ponto. Quantas opostas já fizeram 25 ou mais pontos num jogo? Várias. Bruna, por exemplo, adversária de Tiffany ontem, cansou de bater essa marca quando ainda vestia a camisa de Bauru.

No Pinheiros já fez o mesmo.

Tandara e Hooker, essa quando joga, o que tem sido difícil ver, passam dos 25 com frequência.

É verdade que Tiffany decidiu o jogo para Bauru contra o Pinheiros. Marcou 25 pontos, ou seja, pontuou mais do que Paula e Palácio juntas. Só que ela é uma jogadora absolutamente normal.

Errou passe, foi bloqueada e algumas bolas largadas caíram na frente dela. Tudo ou quase tudo que acontece durante uma partida com uma jogadora que atua na posição.

O que incomoda, no caso aos adversários de Bauru, e fica nítido a cada rodada, é o fato dela estar cada vez mais entrosada e entrando em forma.

O Pinheiros não tem a força dos times grandes. Levou 25 dela. Mas Bauru que não abra o olho. Se Tiffany chegar aos 30 ou mais contra os ‘bicho-papões’ aí a coisa pode mudar de figura.

Tomara que não.

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.