Vai entender…

Vai entender…

Bruno Voloch

05 de fevereiro de 2020 | 08h15

A chave do Rio quase emperra.

Naquele que em tese seria um dos jogos mais fáceis da rodada, acabou virando um drama para o até então líder da Superliga. A vitória apenas no tie-break contra o Flamengo acabou custando a liderança do campeonato.

A quantidade absurda de erros, 28 no total, castigou o Rio. Jogo equilibrado no ataque e decidido no bloqueio. No bloqueio e na camisa.

Talvez tenha faltado um pouco de seriedade e concentração ao time, algo natural e de certa maneira aceitável tamanha disparidade técnica. O quarto set, quando abriu 16 a 2, retrata a realidade entre Rio e Flamengo.

No mais, apesar do ponto perdido, Lara foi uma grata surpresa e Drussyla ganhou ritmo.

E só.

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: