Vôlei brinca com a marca Flamengo

Vôlei brinca com a marca Flamengo

Bruno Voloch

15 de janeiro de 2020 | 10h31

Se fosse no futebol, cairia todo mundo.

No dia seguinte, não sobraria ninguém.

A maneira como o Flamengo jogou e perdeu para o Fluminense por 3 a 0 é simplesmente inaceitável para um clube com tantas glórias e conquistas no esporte.

O Flamengo não pode entrar numa Superliga apenas para participar. E pior, lutar para não cair. O time atual é um desrespeito ao passado. Os profissionais envolvidos no projeto precisam ser cobrados, assumirem a responsabilidade e se explicarem. É hora dos dirigentes agirem e refletirem sobre o futuro do vôlei.

O que não dá é para brincar com a marca Flamengo e expor o clube ao ridículo como tem acontecido na Superliga. A torcida não tem para quem torcer.

O Flamengo quando entra em qualquer campeonato é para ser campeão.

Se for para manter a filosofia atual, melhor abrir mão da vaga para a próxima temporada.

 

 

Tendências: