O homem maratona
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O homem maratona

andreavelar

06 de fevereiro de 2011 | 16h14

Manu Fernandez/AP

365 maratonas em 365 dias. Chegou ao fim neste sábado, em Barcelona, a incrível jornada de Stefaan Engels. Aos 49 anos, o belga, conhecido como homem maratona, entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes, pelos seus quase 16 mil quilômetros no ano.

“Estou muito contente por este projeto ter acabado. Sinto que tirei um peso de cima de mim. Realmente, foi um ano muito muito longo”, disse um aliviado Engels.

O vício pela maratona começou aos 25 anos, explica Engels. Ele propôs este desafio para demonstrar a si mesmo que era capaz, além de deixar uma mensagem para os outros corredores que com disciplina tudo é possível.

“Sei que neste ano incentivei muita gente a correr”, disse o novo Forrest Gump, que foi acompanhado nos trajetos finais por cerca de 6 mil pessoas, passando por Portugal, Canadá, México, Inglaterra, Estados Unidos e, por último, Espanha.

Engels praticamente atravessou os Estados Unidos de costa a costa. Para isso, foram usados 25 pares de tênis. “Penso que agora não vou propor mais riscos ao meu corpo. Ele está cansado. É tempo de correr atrás de outras coisas na minha vida”, resumiu.

Por aqui. Mas o Brasil também tem seu ultramaratonista. Ele é Carlos Dias que saiu de São Paulo em 24 de setembro do ano passado e com o projeto Passos Solidários pretende percorrer todo o País, também com uma maratona por dia.

O objetivo do projeto é levar ações culturais, ambientais e de saúde às comunidades por onde passar. Além disso, Dias doará R$ 2,00 ao Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer ) para cada quilômetro percorrido.

Com agências internacionais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.