Vai ou não vai, Haile?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vai ou não vai, Haile?

andreavelar

24 de fevereiro de 2011 | 18h17

Stephen Chernin/AP - 7/11/2010

Haile Gebrselassie anunciou a aposentadoria após sua decepção em Nova York. Dias depois, voltou atrás e decidiu retomar a carreira. Ficou sem competir desde então, cuidou da lesão nos joelhos e confirmou presença na Maratona de Tóquio, que acontece neste domingo. Mas agora, adivinha o que aconteceu. Pois é. O etíope, recordista mundial dos 42 quilômetros não vai mais participar da prova.

Uma queda de joelhos em uma pedra é o motivo oficial da desistência. Incerto, no entanto, é falar sobre o futuro do corredor de 37 anos. Algumas idas e vindas marcaram a carreira do homem que estabeleceu 27 recordes mundiais dos 3.000 metros à maratona.

“Estou realmente desapontado por não voltar na Maratona de Tóquio. Estava me sentindo bem nos treinos e queira mostrar algo especial neste fim de semana. Quero pedir desculpas aos meus fãs japoneses, mas, infelizmente, não vai ser possível”, disse Haile em sua conta no Twitter.

Haile ainda explicou que treina em diferentes terrenos nos arredores de Adis Abeba e não raro acontecem quedas. Ele disse ainda que não se importa com milhas ou quilômetros e só pensa em correr por mais de três horas.

Mas mais esse tropeço também desanimou seus empresários e agentes que já demonstraram uma certa pressa pela volta do corredor.

“Temos que esperar e ver quão rápido ele se recupera”, disse Marleen Rennings, uma espécie de porta-voz do grupo que assessora o atleta. “Ele não voltou agora por pouco. Creio que ele fica de quatro a seis semanas parado. Foi uma queda extremamente infeliz porque ele estava em ótima forma”, lamentou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.